Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CastVide(Photos)

Fotografias da notável vila de Castelo de Vide

CastVide(Photos)

Fotografias da notável vila de Castelo de Vide

Fonte dos Cães, Castelo de Vide

  Veja todas as fotografias em: www.castvide.pt

caes.jpg

Lenda da Fonte dos Cães
(Castelo de Vide)

Versão de Castelo de Vide, recolhida e publicada por Maria Guadalupe Transmontano Alexandre (1976) – Etnografia, Linguagem e Folclore de Castelo de Vide, Viseu, Junta Distrital de Portalegre.



Contava-se que uma noite vindo um rapaz de namorar, resolveu dessedentar-se.
Quanto o fazia apareceu-lhe um homem que lhe disse:
“Então estás a beber as sobras da minha cozinha?”
Como o moço se mostrasse espantado logo o levou junto de uma placa de pedra por cuja argola puxou.
Apareceu uma escada de mármore por onde desceram e que dava acesso a um maravilhoso palácio.
Após a visita o estranho homem disse:
“Se quiseres ganhar todas estas riquezas só terás de vir amanhã à meia-noite. Há-de aparecer um touro e tu hás-de-lhe aparar três sortes.”
Ao outro dia o rapaz na mira de enriquecer de um momento para o outro ter-se-ia deslocado à fonte à hora combinada, onde viu o touro que investiu nele.
Aguentou a primeira e a segunda investidas, mas cheio de medo desistiu à terceira.
Então ouviu uma voz dizer:
“Ah! Ladrão! Que me dobraste o encanto!...” 

 

in "http://nortealentejano.blogspot.pt"
  

Fonte de Pêro Boi, Castelo de Vide

    Veja todas as fotografias em www.castvide.pt

Fonte de Pero Boi, Castelo de Vide

 

Data do séc. XVII, embora já existisse uma fonte no mesmo local do início do séc. XVI. Situa-se na parte abaixo da Quinta do Martinho, junto à ribeira de S. João.
 
Trata-se de uma fonte muito simples com uma bacia quadrangular incrustada em dois pilares com molduras e capitéis, onde assenta o frontal superior e as pirâmides onduladas, tudo em granito.
 
Entre os pilares, na parte superior, um tímpano com molduras recortadas. Existem lateralmente sobre o muro de suporte uma esfera armilar e um brasão de armas nacionais do período manuelino. Dispões ainda de uma bebedouro para animais e de uma charca de lavar roupa.
 
in "http://www.cm-castelo-vide.pt"
  

Fonte do Montorinho, Castelo de Vide

    Veja todas as fotografias em www.castvide.pt

Fonte do Montorinho, Castelo de Vide

 

Esta fonte sita no Largo Mártires da República, toda em pedra mármore, está assente sobre uma elevação de quatro degraus, circundando um chafariz redondo, a meio do qual há um tronco em forma de cone, de onde saem da boca de peixes as bicas em número de três, encimado de uma figura de menino espetando um tridente no dorso de outro peixe.
 
Também no mesmo tronco se pode ver uma placa metálica escurecida pelo tempo, como a seguinte inscrição:
 
" Fez-se esta fonte com o subsídio do Governo conseguido pelo deputado Dr. José Frederico Laranjo natural desta vila"
 
 Do lado oposto, o monumento data de " 1889" .
 
in "http://www.cm-castelo-vide.pt"
  

Fonte dos Besteiros, Castelo de Vide

    Veja todas as fotografias em www.castvide.pt

Fonte dos Besteiros, Castelo de Vide

 

Esta fonte é possivelmente do séc. XIX, situa-se abaixo da vila, do lado Sul, entre a serra de S. Paulo e paralelamente ao leito da ribeira de S. João.
 
É composta por uma bacia encastrada entre dois pilares de granito, encimados por cimalha e respectivos capitéis. Sobre esta cornija assenta um frontal de desenho arqueado, por sua vez encimado por uma cornija, sobre os pilares assentam dois pináculos, de forma quadrangular, moldados.
 
A face maior é toda caiada de branco, saindo na parte inferior duas bicas em granito trabalhado. Tem também ao lado um lavadouro público.
 
No frontal superior há uma moldura de forma oval que envolva um medalhão em mármore branco com os seguintes dizeres:
 
"Mandou fazer o Dr. Fr. José Freire de Macedo Juís de fora nesta villa no anno de 1504"
 
Como facilmente se verifica este medalhão devia ser original de uma fonte ali existente, antes desta.
 
in "http://www.cm-castelo-vide.pt"
  

Fonte do Martinho, Castelo de Vide

    Veja todas as fotografias em www.castvide.pt

Fonte do Martinho, Castelo de Vide

 

Á saída de Castelo de Vide em direcção a Portalegre encontramos esta majestosa fonte dos finais do séc. XVII. Tudo indica que antes desta, existia ali uma outra.
 
A actual fonte é de grandes proporções tendo um charco para animais. Construída na sua totalidade em granito, tem um jogo de nove pilares, nos intervalos dos cinco pilares sobre uma moldura que percorre todo o comprimento da bacia, possui quatro bicas encastradas em golfinhos de mármore branco.
 
Na parte superior todos os pilares têm os respectivos capitéis mas, no entanto, esta fonte não chegou a ser totalmente concluída pois nota-se a falta de um tímpano superior.
in "http://www.cm-castelo-vide.pt"
 
Lenda da Fonte do Martinho
(Castelo de Vide)

Versão de Castelo de Vide, contada por Maria Francisca, recolhida e publicada por Maria Guadalupe Transmontano Alexandre (1976) – Etnografia, Linguagem e Folclore de Castelo de Vide, Viseu, Junta Distrital de Portalegre: 61 – 62.

Havia uns reis que tinham uma filha que andava a namorar.
Como o pretendente à mão da princesa não era do agrado dos pais, eles resolveram encantá-la no lago do Martinho, o que fizeram de noite.
Simplesmente não viram que a um canto da fonte estava uma mulher agachada.
Como não havia relógios, ela levantou-se para ir lavar, julgando que era mais tarde.
Entre a meia-noite e a uma hora chegaram ao lago três pessoas: pai, mãe e filha.
Depois de ser confiada à princesa uma grande riqueza (deram-lhe dinheiro), foi encantada com a recomendação de oferecer o tesouro a quem a desencantasse.
Ao outro dia, logo a mulher que assistira à cena foi à fonte e bradou pela menina.
Esta acudiu, foi desencantada e disse-lhe:
“A tua riqueza podia ser a dobrar se tivesses esperado mais três ou quatro anos.”   
 
in "http://nortealentejano.blogspot.pt"

Fonte de Sant´Ana, Castelo de Vide

    Veja todas as fotografias em www.castvide.pt

Fonte Sant Ana, Castelo de Vide

 

Não se sabe ao certo a data de construção da fonte de Sant'Ana ou Fontinha do Castelo. Sabe-se no entanto que sofreu algumas remodelações ao longo dos anos, senão mesmo séculos, segundo informações cedidas pelo castelovidense Francisco Borba.
 
A Fontinha do Castelo, nome pelo qual é mais conhecida, fica já fora de portas, mas logo além das muralhas, à beira da Estrada de Circunvalação.
 
in "http://www.cm-castelo-vide.pt"
  

Fonte de Vale Serrão, Castelo de Vide

    Veja todas as fotografias em www.castvide.pt

Fonte de Vale Serrao, Castelo de Vide

 

Originalmente situada no Vale Serrão, freguesia de São João Baptista, esta fonte histórica está actualmente integrada numa das entradas da vila. Desconhece-se a data da sua construção. No entanto sabe-se, que foi adquirida pela Junta de Freguesia de Santa Maria da Devesa, a um antiquário da vila a 10 de Outubro de 2000, e colocada em São Vicente Ferrer em 2004, aquando o projecto de valorização da zona Boavista - Moutosa.
 
Esta fonte tem um corpo central constituído por um muro de argamassa revestido a um reboco fino e pintado de branco, onde foi incrustado o frontispício. Este tem uma forma rectangular e é formado por blocos graníticos bem talhados. A água corre da bica em bronze para uma pia sendo depois conduzida através de um canal para um tanque de pequenas dimensões, construído à frente da fonte.
 
O corpo central é ladeado por dois bancos compridos de granito, simétricos, copiosamente talhados. Os bancos e os respectivos encostos assentam sobre três pés em que os das extremidades são prolongados de modo a servir de braço.
 
Alguns destes elementos foram refeitos, respeitando o traçado original, para substituição dos que se encontravam danificados.
 
in "http://www.cm-castelo-vide.pt"
  

Fonte da Mealhada, Castelo de Vide

    Veja todas as fotografias em www.castvide.pt

Fonte da Mealhada, Castelo de Vide

 

 

Está situada junto ao Parque 25 de Abril, num local soberbo tendo como fundo a Serra de S. Paulo.
 
 
É formada por cinco pilares com capitéis e silharia granítica aparelhada, com cimalha superior encimada por uma cornija com dois pináculos laterais decorados com uma esfera e um frontal com um brasão circular em mármore com as armas da vila, terminado por uma cruz na base da qual se encontra gravada a data de 1699, ano da construção desta fonte, neste local, já no séc. XVI.
 
 
As quatro bicas, de onde brota a famosa água de Castelo de Vide são em mármore e representam cabeças de leão.

 

in "http://www.cm-castelo-vide.pt"